Micareta e Lefigarroo!

Porque carnaval, para ser perfeito, só faltava ser no ano inteiro.

Pois não espere mais. Nesta sexta-feira a Venus traz a Micareta Universitária!

Carnaval fora de época na Venus

Com a participação de uma das bandas mais conhecidas e divertidas de Curitiba!

Porque Carnaval que é Carnaval tem que ter banda. E ao vivo!

Lefigarroo na Venus Club de Curitiba

Lefigaroo na Venus Club de Curitiba
Venha curtir, na sexta-feira, 25 de Abril, uma festa deliciosa para solteiros, solteiras e casais.

Micareta Liberal, com a banda Lefigaroo!

E, no final da noite, se bater aquela fominha, a Venus oferece petiscos para você voltar com as forças em ordem.

Para deixar o carnaval mais divertido, a pista ainda mais animada, e fazer todo mundo esquecer que para fevereiro ainda falta muito.

banner

O sucesso da nova formação do Chocolícias

Nós também ficamos muito felizes! A Venus ama vocês!

 

Naquele cantinho…

FloralTrata-se do local mais quente da Venus: o Dark Room, a suíte que fica à esquerda e as cabines, à direita.

É batata. Se a pista esvaziou, pode subir que os casais estarão lá.

Neste último sábado, palmas para os três casais que realizavam uma festa sensualíssima na suíte. E deixaram – de forma nada sutil, aliás – a porta aberta.

Muitos se sentiram convidados, outros tantos começaram a troca de carícias ali mesmo, uma multidão brincava, assistia, comentava e, claro, se inspirava.

Floral

E se a Venus fizesse propaganda na TV?

Casa Bahia do Swing

Uma comparação entre a Venus e a concorrência

Como tomar um bodyshot de Tequila?

Floral

Nesta Quinta teremos a Noite da Tequila na Venus.

Como sempre, o Grupo Tequileiro estará providenciando muita Tequila, muita diversão, gritaria, com chapéus de tamanhos absurdos.

Bodyshot de TequilaUm exemplo de bodyshot de Tequila

Mucha, mucha Tequila!

E além dos shots tradicionais, a Venus estará desafiando as mulheres e homens: vocês topam um bodyshot?

Esta é a maneira mais erótica de beber uma bebida tão sensual quanto a Tequila!

Confira, abaixo, um pequeno vídeo instrutivo de como tomar um bodyshot.

Para quem tem coragem e ousadia, o grupo Tequileiro estará providenciando os shots tradicionais e os bodyshots.

Você se atreve? ;)

Banner da Venus

Penetra!

FloralEste é o programa Penetra, do canal SexyHot (do Playboy TV).

Todo mundo conhece o canal mais quente da televisão brasileira. E, adivinhem: eles estiveram na Venus para conhecer o clube, seus frequentadores, e o modesto casal que vos fala.

SexyHotConhecemos uma equipe muito divertida, extrovertida e simpática. Querendo, realmente, conhecer o que é de diferente no swing curitibano e, claro, na Venus.

A apresentadora, Rossana Freire, aparece na imagem abaixo.

rossana freire na venus

Não se deixe enganar pelo sorriso aberto e carinha simpática. Ela é uma mulher terrível e muito, muito má.  Naqueles papeizinhos sobre o colo estão as perguntas que ela iria nos fazer.

E, obviamente, não pudemos ver as perguntas com antecedência (por mais que – juro – tentássemos). E quando Marquinhos, o câmera, diz “tá gravando”, ela se transforma.

As perguntas dela vem na canela. Não tem meio termo, disfarce. Não tem beijinho antes. As perguntas vem no seco.

A gente tentou se sair o melhor possível. Claro – todo mundo tenta.

Mas, em maio, quando o programa for ao ar, vocês poderão dizer se a gente ficou meio esquisito na frente das câmera e se conseguimos responder as perguntas sem nos enrolarmos muito.

sexyhot, programa penetra na venus, equipe

A equipe do programa Penetra, visitando a Venus.

Podemos dizer que além do óbvio orgulho de termos sido escolhidos para participar do programa, nós nos  divertimos muito.

Se o Penetra quiser fazer um programa mensal com a Venus, estamos à disposição. :D

Beijos,
Casal Venus.

Floral

Heil!

Adolf

Uma história da última quinta-feira

Floral

Um belo casal chegou pela primeira vez à casa. Belíssimo, destes que têm marcado presença cada vez mais constante na Venus. Ele, moreno, alto, belos olhos e forte. Ela loira, sorriso encantador, olhos meigos e delicados. Um casal que combinava perfeitamente (até na roupa).

Pareciam tímidos, no começo da noite. Mas, só pareciam.

Apenas ao final da noite viemos a saber que era, na verdade, a sua primeira noite. Nos corroemos de inveja, reparando na naturalidade com que enfrentaram sua, digamos, estréia.

É muito normal – e é até padrão – que casais novos utilizem a primeira noite para dar uma olhada, ver aqui e ali, conhecer e, na maioria das vezes, ficar um pouco agradavelmente espantados.

Mas não foi este o caso. Aos poucos foram se soltando. Cenas maravilhosas como esta são difíceis de esquecer: sobre o pufe, a loira (que nome terá ela?) diante do solteiro levantava suas mãos de forma delicada em direção ao próprio peito, palmas para fora, como se fantasiasse dizer que não queria.

Mas seu rosto voltado para baixo, olhos semi-cerrados, e um sorriso maroto (marotíssimo e sexy) e o corpo entregue mostravam que ela estava ali para participar, para aproveitar – e ser aproveitada (com todo respeito, maridão!).

A seguir, outro homem se aproximou e ela se rendou de vez (bem, ela não apresentava efetivamente uma resistência feroz, diga-se). Uma dança delicada, sensual, excitante. Ela, obviamente, aproveitou – deixou-se levar no movimento dos novos amantes.

Quantos minutos terá durado? Não contamos. Mas, para todos, pareceu ser insuficiente: para a platéia que admirava, para os solteiros que saboreavam, e para ela que se iniciava.

Floral

Jornal Comunicação

FloralO curso de jornalismo da Federal tem um jornal que serve como laboratório e como disciplina obrigatória aos alunos. Trata-se do Jornal Comunicação.

Na última terça-feira recebemos um aluno do curso, Leonardo Müller, para uma entrevista sobre a Venus e o Mundo Swing.

A primeira pergunta quem fez fomos nós: quantos anos você tem?

_ Dezenove!, disse ele, com olhar um pouco assustado.

Veio bem preparado, com as perguntas feitas e seu gravador a postos. Foi um bate papo interessante, em que contamos um pouco sobre o que vivemos, conhecemos e gostamos do mundo swing e da Venus.

Jornal Comunicação Federal

A entrevista ficou interessante e daríamos nota 8,5. Há uma legenda errada sobre o camão, que Leonardo confundiu com o Dark Room. Ele também resumiu algumas coisas por demais, deixando a nossa fala meio esquisita (sem comentar que em 50% das vezes confundiu o que era fala de um e de outro).

Mas o resultado ficou interessante e, podemos dizer, foi uma experiência bastante divertida e agradável. Caso queiram dar uma olhada, cliquem aqui..

Floral